domingo, julho 21

A Solidariedade Cristã



Enfoque Bíblico

“Quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos e irmãs, foi a mim que fizeram”. Mateus 25.40




Fique Alerta

A igreja de Bianca, nos cultos de Santa Ceia, arrecada alimentos para distribuir aos irmãos carentes. No entanto, a quantidade recolhida não é suficiente para atender a todos.

 A fim de conscientizar mais pessoas da obrigação de socorrer o próximo, Bianca e seus amigos da Escola Dominical reuniram-se para um bate-papo. A conversa foi tão produtiva que acabou rendendo o desenvolvimento de um projeto maior, com muitas outras ações sociais que podem beneficiar ainda mais os irmãos necessitados.

Assim como Bianca e seus amigos conseguiram realizar um projeto através da Escola Dominical, mobilizando toda a igreja e a comunidade, você também pode fazer alguma coisa.





Palavra Viva

A solidariedade cristã é descrita em muitas passagens da Bíblia. Você sabia que há dons espirituais especificamente ligados à prática de atos sociais generosos? (Leia Romanos 12.8b). Além disso, a Bíblia utiliza várias palavras relacionadas à solidariedade: misericórdia, afeto, compaixão, amor etc. Mas, o que significa solidariedade? Vez ou outra, através da televisão, rádio, jornais e até mesmo em nossa igreja, ouvimos acerca de campanhas para arrecadar alimentos, vestuário e brinquedos para crianças carentes. Solidariedade é isso: interessarmo-nos pelas necessidades de nossos semelhantes e fazermos alguma coisa para diminuir sua dor.

Talvez você ache que nada pode fazer a respeito disso, ou que ainda é cedo para pensar nesse assunto. Pode ser também que esteja ocupado demais para prestar atenção no número de adolescentes que não tem sequer com que se alimentar. Passe a ser sensível às necessidades das pessoas menos favorecidas, pois a Bíblia diz: "Quem recusar ouvir o grito do pobre também gritará e não será ouvido" (Pv 21.13).

O mundo em que vivemos é muito egoísta. Somos ensinados a ignorar as pessoas e se preocupar somente com a nossa vida. Isso dificulta o exercício do amor cristão, pois a Palavra nos diz para amar os outros como amamos a nós mesmos (Mt 22.39). A solidariedade é exatamente deixar de olhar para nós mesmos e contemplar o outro.

Sua igreja já distribuiu roupas e alimentos aos irmãos carentes ou aos necessitados nas redondezas de seu bairro? Com certeza isso acontece uma vez ao mês ou até mesmo semanalmente. Entretanto, você ainda não participou por não ter se interessado. Aja diferente, procure se envolver, pois a Bíblia ensina: "Não deixem de fazer o bem e de ajudar uns aos outros, pois são esses os sacrifícios que agradam a Deus" (Hb 13.16).





O Maior ato de Solidariedade

A Bíblia fala da solidariedade, em primeiro lugar,' corno um ato divino. O Senhor Jesus, nosso Deus, foi solidário com as necessidades da humanidade, a ponto c e tomar a forma humana. Deus tornou-se como um de nós, para nos dar salvação (Jo 1.14:3.16). Sua identificação com os homens foi tão profunda que, sendo rico, tornou-se pobre e, mesmo santo, foi crucificado como um maldito.

Tudo isso, a fim de nos livrar da condenação por causa de nossos pecados. Lembre-se de que o ato solidário de Jesus foi motivado pelo amor e pela sua compaixão e misericórdia (Mt 14.14; 15.32; 20.34), muito diferente dos que fazem alguma coisa esperando receber outra maior em troca.





Igrejas Solidárias

No início do cristianismo, as igrejas deram exemplos importantes de solidariedade. A rica igreja de Jerusalém, devido às perseguições, tornou-se pobre (At 2.42-44; 4.34- 37). Os bens dos cristãos foram tomados pelo governo da época, e assim os irmãos passaram muitas necessidades.

Paulo, antes perseguidor dos crentes, recomendou que as igrejas das cidades de Corinto (Grécia) e da Galácia (Ásia Menor, atual Turquia), tirassem uma oferta de amor para os irmãos necessitados da igreja de Jerusalém (1 Co 16.1). Algo também praticado por duas outras igrejas (Am 15.26). Que exemplo para as comunidades cristãs de hoje!





Crentes Solidários pelo poder de Deus

A misericórdia (Lc 6.36) e a compaixão (Mt 14.14) são mandamentos universais a todos os cristãos. É dever de cada crente ser solidário e preocupado com o seu próximo (Fp 2.4). No entanto, há alguns a quem Deus chama para exercer a solidariedade, misericórdia ou compaixão em níveis sobrenaturais, isto é, muito além do que o mandamento e as possibilidades humanas o permitem. Esta compaixão extraordinária é obtida mediante três dons: misericórdia (Rm 12.8), socorro (1 Co 12.28) e contribuição (Rm 12.8). Se você possui um desses dons, exerça-o conforme a vontade de Deus em sua vida.

Os atos solidários do cristão incluem:

• Hospedar os santos na fé: "Não deixem de receber bem aqueles que vêm à casa de vocês; pois alguns que foram hospitaleiros receberam anjos, sem saberem" (Hb 13.2);

• Vestir os santos: "Todas as viúvas ficaram em volta dele, chorando e mostrando os vestidos e as outras roupas que Dorcas havia feito quando ainda vivia" (At 9.39);

• Alimentar os famintos: "Mas façam como dizem as Escrituras: Se o seu inimigo estiver com fome, dê comida a ele; se estiver com sede, dê água. Porque assim você o fará queimar de remorso e vergonha" (Rm 12.20);

• Visitar os presos: "Lembrem-se dos presos, como se vocês estivessem na cadeia com eles. Lembrem-se dos que sofrem como se você estivesse sofrendo com eles”. (HB 13.3)





Empático, Simpático ou Apático?

Essas palavras curiosas procedem de uma mesma, que significa "sentimento" ou "paixão". Na verdade são sentimentos ou atitudes muito comuns entre as pessoas. Geralmente qualificamos alguém que só sabe discordar como antipático. Mas é interessante conhecer o significado das outras três palavras.

Empatia é sentirmos o mesmo que outra pessoa sente ao nos colocarmos em seu lugar, e corresponde, biblicamente, ao exercício da "misericórdia" e da "compaixão". Apatia é um sentimento de total indiferença em relação às dificuldades dos outros. Simpatia, por outro lado, é um sentimento que une as pessoas num círculo comum de amizade.

Ser apático não é ser ignorante no sentido de não saber das necessidades dos nossos semelhantes, mas ter conhecimento e não fazer nada para ajudá-los. Com nossa empatia cristã podemos mudar algumas situações, por exemplo, levando alegria aos orfanatos ao visitá-los, fazendo campanhas de agasalhos e distribuindo alimentos. Participe! Seja solidário, abrindo seu coração e seus olhos.





Conversa Franca

"Solidariedade" não pode ser unicamente uma nova palavra em nosso vocabulário, pois é um ato de amor. Neste tempo em que os homens buscam apenas aquilo que os interessam, preocupar-se com a necessidade de alguém é uma das mais extraordinárias demonstrações do espírito que move o cristianismo. Fé e caridade são duas grandes virtudes cristãs que não podem ser separadas.

5 comentários:

Renata Martins RM13 disse...

Muito Bom gostei do site sempre vou visitar.

Renata Martins RM13 disse...

Muito Bom gostei do site sempre vou visitar.

Gabriel disse...

Gostei

Anônimo disse...

nossa muito bom ..
valeu com uma mensagem dessa top..
que edificar vidas..

Alvaro Chikwamanga Daniel disse...

Gostei imenso do sermão sobre solidariedade aqui exposto. Isso fez-me bem e chamou-me mais atenção e responsabilidade sobre os actos de solidariedade.